MENU

Coaching para Fotógrafos

Coaching: parceria para o sucesso!

Clique AQUI para receber todas as informações sobre o coaching!

Por que é que alguns fotógrafos “se tornam bem sucedidos”, enquanto outros lutam? Isso não parece justo! A menos que você leve algum tempo estudando o que essas pessoas fazem para obter bons resultados. Antes de entrar no centro dessa questão, gostaria de mencionar um fato muito importante que irá determinar o efeito final que ter um coaching terá para você. Os resultados e as circunstâncias que você vivencia na sua vida pessoal ou profissional (bom ou ruim) são um produto direto da sua forma de pensar. Nossas crenças e paradigmas mais profundos afetam nossas atitudes e programação mental, o que determina o que fazemos, como fazemos, porque fazemos e quando fazemos.

Imagem-1

“ Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes. Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz e não nossa escuridão, que mais nos amedronta. Nós nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível? Na verdade quem é você para não ser tudo isso? Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você. A medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos as outras pessoas permissão para fazer o mesmo.” Nelson Mandela.

O que é coaching?

O Coaching é um processo que consiste em incentivar as pessoas a tomarem a iniciativa, assumirem maiores responsabilidades, correrem riscos calculados e aprenderem com os revezes. O papel do coach (treinador) é ajudar a transformar intenção em ação e a ação em resultados. Coaching é jornada, e exercício de transformação, é suporte constante aos desempenhos até que os resultados sejam atingidos. O Coach ajuda o fotógrafo (coachee) a encontrar o caminho. Ele não faz, ele mostra.

Como seu Coach, meu trabalho é ajudar você a ver onde você está agora, definir onde quer ir e ajudar você a formular um plano para chegar até lá. Vou ajudar com sua visão de onde está indo até os meios para como chegar. Por exemplo, formular um novo plano de negócios, entender sobre SEO e encontrar formas de incrementar o marketing da sua empresa.

Imagem-2

Você reconhece estas dúvidas?

Qual direção devo dar para a minha fotografia?
Como competir com a concorrência local?
Sou inseguro com relação aos meus valores.
Tenho medo do sucesso.
E se meu trabalho não for bom o suficiente?
Estou estressado por lutar com meus negócios.
Já não sei mais porque estou fotografando.
Estou quase aceitando meu fracasso.

Você está pronto para mudanças?

O projeto visa atender fotógrafos da área de família e casamento. É um processo individual, de transformação pessoal, visando um aumento de desempenho do fotógrafo e seu negócio. Ele se baseia além de transformação pessoal, no negócio, marketing e na fotografia propriamente dita. Meu conjunto de habilidades servirá para guiá-lo em sua missão de se tornar um fotógrafo melhor. Você sente que chegou ao seu limite como fotógrafo? Você está insatisfeito com suas imagens? Será que seu site, blog ou portfólio precisa de uma crítica? Você precisa de um mentor? Você está sem inspiração para fotografar?

Muitos fotógrafos se sentem mal ao ouvir críticas sobre seu trabalho, mas elas fazem parte de todo crescimento. Você só precisa de uma mãozinha para compreendê-las melhor.

Imagem-3

Benefícios do coachee

Os participantes terão direito a duas sessões com duração de 1:15h por mês, podendo escolher se suas sessões serão presenciais ou online. (As despesas de deslocamento, alimentação e hospedagem não estão inclusas).

Durante o período do coaching os participantes poderão:
– Acompanhar Vinícius Matos em um casamento, como observadores.
– Todo os participantes tem 20% de desconto em qualquer um dos workshops ministrados por Vinícius Matos.
– Assessoria semanal por email (perguntas e respostas).
– Uma sessão de crítica escrita de um dos seus eventos por mês.
– Apoio e indicação em associações.
– Ajuda na escolha de imagens para competições nacionais e internacionais.
– Dicas de fornecedores, profissionais e equipamentos/investimentos.

Imagem-4

Dúvidas frequentes

1. Vamos a discutir o negócio da fotografia no Coaching?
Sim. Faz parte do processo falar do negócio, branding, marketing, vendas e produtos.

2. É garantido que dobrarei meu faturamento depois do processo de Coaching?
Não. Metas serão estabelecidas e cabe ao Coach dar todo o apoio para a conquista das mesmas. O êxito no entanto depende muito mais do comprometimento do coachee que do treinador propriamente dito. O treinador mostra ferramentas. Quem dá ou não bom uso a elas é o fotógrafo.

3. Vamos discutir técnicas de pós produção no Coaching?
Não. Nenhum software será ensinado. Mais uma vez o coaching mostrará o caminho e caso o participante precise de melhorar sua competência técnica em algum software de pós produção, é papel do Coach lhe informar e direcionar mas não em lhe ensinar.

4. Os encontros são confidenciais?
Sim. Faz parte do processo o vínculo e a confiança entre Coach e Coachee por isso o que se fala e se trata nas sessões devem ser mantidos em sigilo.

5. Em que nível deve estar o Coachee para tirar o maior proveito do Coaching?
Os fotógrafos que já estiverem 100% vivendo da fotografia ou em fase de profissionalização e estabelecimento do negócio.

Local

Vinícius Matos reside em Belo Horizonte, mas os encontros não precisam ser presenciais e podem ser feitos online. Isso diminui o custo para o Coachee (Treinado) que não reside na cidade.

Imagem-5

Se você sente que está pronto para as mudanças, envie email para [email protected]

Imagem-6

Veja o que os Coachees tem a dizer:

“Quando entrei para o coaching já tinha alguns prêmios internacionais. Tenho 25 anos de idade e estou há 9 na fotografia. Hoje eu estou buscando melhorar meu marketing e a estrutura da minha empresa. Algumas dicas dadas pelo Vinícius já são conhecidas por mim e por muitos fotógrafos, mas o fato dele falar e nos fazer entender a importância daquela ferramenta muda a nossa visão. Desde que comecei, já estruturei melhor os meus valores, que eram abaixo do padrão do mercado para o meu nível de fotografia, só consegui isso, pois o Vinícius me passou confiança para acreditar no meu trabalho. Também organizamos a contabilidade da empresa traçando metas para os próximos anos. Na parte da fotografia busquei trabalhar com outras fontes de luz, de mais qualidade, refiz meus mostruários, atualizei meu site, foram muitas mudanças, tudo em um prazo muito curto de tempo. Acho que muitos fotógrafos já participaram de vários workshops, nós temos o conhecimento, porém é tanta informação que as vezes fazemos escolhas erradas, e também não temos coragem de mudar nossos antigos métodos. O simples fato de ter um olho de fora do furacão, como diz o Vinícius, já faz muita diferença. No processo do coaching ele usa sua experiência para nos fazer enxergar de maneira diferente e diminuir o tempo de aprendizado dos métodos que aprendemos.” Rafael Vaz (São Paulo)

“O coaching com Vinícius Matos tem sido um marco divisor na minha carreira. Neste período meu negócio e minha fotografia evoluíram exponencialmente para melhor. Por se tratar de um programa voltado para as necessidades de cada aluno e pela dedicação do Vinícius em compreender os problemas que apresento em nossas reuniões, a sugestão de caminhos a serem tomados ajudam a direcionar melhor o dia a dia do trabalho em minha empresa. Aconselho a todo profissional de fotografia.” Carol Costa (Joinville)

“O Coaching com o Vinícius tem sido um divisor de águas na minha vida profissional. Em uma análise mais abrangente, na minha vida como um todo. É um processo muito rico em experiência, que orienta e direciona o desenvolvimento de uma estrutura sólida no nosso negócio, tanto no que diz respeito ao “business” em si como na construção das imagens e do produto final da fotografia. Estabelecemos metas que são colocadas em prática e a partir dos resultados fazemos os ajustes necessários. Assim, nosso negócio vai crescendo do jeitinho que sonhamos um dia, com o diferencial de ter a supervisão e orientação do querido mestre Vinícius Matos.” Clara Sampaio (Rio de Janeiro)

“O coaching para mim foi um trabalho de auto-conhecimento bem interessante.  Ajustou coisas que eu já tinha e abriu os olhos para encontrar novos caminhos.Ter o Vinicius ao meu lado nesse período além de grande ajuda tem sido um prazer. O processo é intenso e conseguiu me fazer superar alguns medos e aumentou exponencialmente os meus talentos e potenciais, alguns que eu nem mesmo sabia que tinha!  Só tenho a agradecer ao percurso e principalmente ao Vini por essa parceria. Muito obrigado.” Rafael Karelisky (São Paulo)

“Quando comecei o coaching eu imaginava que ia resolver questões sobre o meu negócio, meu foco era um direcionamento sim da carreira mas o que eu não imaginava é que me mudaria como pessoa e isso iria refletir na minha fotografia. O Vinícius é um expert em visão de mercado, isso todo mundo sabe. Poucos fotógrafos sabem tanto sobre o business como ele. O que descobri com o coaching é que ele também tem um interesse profundo pelas pessoas, pela vida, pela história e como tudo isso reflete na fotografia de cada um. Foram muitas dúvidas e inseguranças respondidas no processo do coaching mas também muita coisa mexida, por dentro. Entender o porquê eu fotografo, para quem, o meu processo individual, a minhas experiências de vida que tornam a minha fotografia única. E o que mais me surpreende é como isso é direcionado de forma prática e de forma que a minha fotografia e eu sejamos cada vez mais um só. Uma grande e boa surpresa foi descobrir como ele entende de pessoas… E como o coaching me fez evoluir. Um trabalho árduo e constante, que me fez estudar muito, aprender mais ainda, e que principalmente tem encaminhado minha fotografia para o lugar que sempre quis pra ela: uma experiência cada vez mais pessoal. ” Tati Pinho 

Uma coisa que você definitivamente não deveria fazer é NÃO fazer nada!

[email protected]

Veja alguns fotógrafos que participaram do coaching com Vinícius Matos

Alexandre Rechtmann – Niterói – RJ

Aline Lelles – Rio de Janeiro – RJ

Amanda Costa – Rio de Janeiro – RJ

Ana Paula Campbel – Rio de Janeiro -RJ

Bruno Kirilos – Curitiba – PR

Bruno Guimarães – João Monlevade – MG

Cacá Rodrigues – SP

Camila Barrionovo – Ribeirão Preto – SP

Cândida Vasconcellos – Campos – RJ

Carol Costa – Joinville – SC

Clara Sampaio – Rio de Janeiro – RJ

Cláudio Ramos – Santos – SP

Daniel Henrique – Belo Horizonte – MG

Daniela Justus – Rio de Janeiro – RJ

Dedê Abreu – Belo Horizonte – MG

Du e Gisele Olliotti – Curitiba – PR

Eduardo Bedran – Conselheiro Lafaiete – MG

Ednei Campos – Franca – SP

Eric Machado – Juiz de Fora – MG

Ërica Böhmer – Brasília – DF

Flávia Soares – Rio de Janeiro – RJ

Gane Coloda – Flores da Cunha – RS

Giselle Sauer – Porto Alegre – RS

Isabel Machado – Resende – RJ

JC Xavier – Rio de Janeiro – RJ

Jean Yoshii – Teresópolis – RJ

Jessica de Povoá – Rio de Janeiro – RJ

Jéssica Neri – Betim – MG

Josie Nader – Governador Valadares – MG

Lívia Rebehy – Belo Horizonte – MG

Lucas Abraão – Betim – MG

Má Monteiro – Rio de Janeiro – RJ

Marcelo Andrade – Porto Alegre – RS

Maurício Messa – Recife – PE

Paulo Guanais – Guanambi – BA

Pedro Wendel – Campo Grande – MS

Rafael Vaz – Santos – SP

Rafael Benevides – Petrolina – PE

Rafael Karelisky – São Paulo – SP

Raphael Ranosi –  Tatuapé – SP

Rica Guimarães – Belo Horizonte – MG

Ritanne Cardoso – Salvador – BA

Roberta Cadore – Primavera do Leste – MT

Roberta Paiva – Caratinga – MG

Sílvia Alcântara – Suécia

Studio Dos – Curitiba – PR

Tainá Frota – Brasília – DF

Tati Pinho – Campos – RJ

Thiago Pícollo – Vitória – ES

Ueliton Santos – Vitória – ES

Walter Carrera – Buenos Aires

Wellington Santos – Vitória – ES

Yrê Sales – Rio de Janeiro

FECHAR MENU