“Toda ação provoca uma reação de igual intensidade, mesma direção e em sentido contrário”. Isaac Newton

Estou em San Diego, California. Vim para mais um evento que vai mudar muita coisa. Desta vez o Foundation Conference, seleiro de excelentes fotógrafos de casamento e fotojornalistas em geral que se encontram anualmente para dividir conhecimento.  Desta vez conheci dentre vários fotógrafos o fantástico trabalho de Candice Cusic que durante sua palestra falou sobre a importância de fotografar a ação sem se esquecer de sua reação.

Nos últimos tempos eu tenho me dedicado a explorar também as  reações, as vezes antecipando-as. Um processo que une intuição, observação e resposta rápida e muito treino por parte do fotógrafo. Tenho procurado me manter mais alerta, concentrado, com a câmera (sempre ligada) em punho, a procura destas reações.

Vejo que comumente nós fotógrafos nos prendemos ao palco dos acontecimentos da vida e dos casamentos esquecendo-nos de registrar tudo aquilo que é desencadeado por eles. É muito rico e completo poder enxergar e fotografar os dois lados da moeda. Confesso que hoje sei muito bem o que Newton queria dizer quando nos apresentou a sua terceira lei.

Na vida nossos atos também provocam reações. A delicadeza da Cíntia e do Léo, complementada com a educação e bom humor da sua família geraram em minha equipe uma empatia enorme que por sua vez se transformou em vontade louca de registrar da melhor forma possível esses acontecimentos.

Agora chegou a vez que aguardar a reação deles perante as imagens que fizemos. Acho que todo fotógrafo fica nesta expectativa. Obrigado a Cintia, Léo e seus pais por toda confiança!

English – Newton’s third law!

For every action there is an equal and opposite reaction”. Isaac Newton

I am in San Diego, California. I came to another event that will change many things, the Foundation Conference. Excellent wedding photographers and photojournalists in general who meet annually to share knowledge. This time, among the several photographers I met, there was the amazing work of Candice Cusic, who, during her lecture, spoke about the importance of photographing the action having the reaction in mind.

Lately I have also been devoted to exploring the reactions, sometimes even anticipating them. A processes that combines intuition, observation and quick response, and s hard trained photographer. I have tried to keep myself more alert, focused, with the camera (always on) in hand, in demand for these reactions.

I see that we photographers often loose ourselves in the stage of life’s and wedding’s events forgetting to record everything that is triggered by them. It is very rich and complete to see and photograph both sides of the same coin. I confess that today I know very well what Newton meant when he introduced us to his third law.

In life our actions also provoke reactions. The delicacy of Cíntia and Léo, complemented with the politeness and good humor of his family generated in my team an enormous empathy which became a mad desire to record these events at the best way possible.

Now it is time to wait for their reaction before the pictures we made. I think every photographer has this expectation. Thak you Cíntia, Léo and your parents for the reliance!

Español

“Toda acción provoca una reacción de igual intensidad, misma dirección y en sentido contrario”.

Isaac Newton

Estoy en San diego, California. Vine para participar de otro evento que va a cambiar muchas cosas. Esta vez el Foundation Conference, semillero de excelentes fotógrafos de boda y fotoperiodistas en general que se encuentran anualmente para dividir conocimiento. Esta vez conocí, entre varios fotógrafos, el fantástico trabajo de Candice Cusic, que durante su conferencia habló sobre la importancia de fotografiar la acción sin olvidar su reacción.

En los últimos tiempos me he dedicado a explorar también las reacciones, a veces anticipándolas. Un proceso que une intuición, observación y respuesta rápida y mucho entrenamiento por parte del fotógrafo. He intentado mantenerme más alerta, concentrado, con la cámara (siempre encendida) en puño, en búsqueda de estas reacciones.

Veo que comúnmente nosotros fotógrafos nos sujetamos al escenario de los acontecimientos de la vida  y de las bodas, olvidándonos de registrar todo lo que estos desencadenan. Es muy rico y completo poder ver y fotografiar las dos caras de la moneda. Confieso que hoy sé muy bien lo que Newton quería decir cuando nos presentó su tercera ley.

En la vida, nuestros actos también generan reacciones. La delicadeza de Cíntia y Leo, complementada con la buena educación y buen humor de su familia, generaron en mi equipo una empatía enorme que, a su vez, se transformó en unas ganas locas de registrar estos acontecimientos de la mejor manera posible.

Ahora llegó el turno de esperar la reacción de ellos ante las tomas que realizamos. Pienso que todo fotógrafo pasa por esta expectativa. ¡Gracias a Cíntia, Léo y a sus padres por toda la confianza!

Deixe um comentário

Comment