Agora já posso soltar o grito que estava aqui travado e compartilhar mais uma  conquista na minha carreira com você, meu amigo e leitor Um grito de alegria  e de puro êxtase. Apenas quero dizer pra todo mundo que vale a pena correr, lutar, tropeçar, sacudir a poeira e  se superar.

Vale também a pena tentar, todo o dia, ser melhor, vale a pena receber críticas duras, ser as vezes  alvo de mentiras, ataques e calúnias. Vale a pena ter a consciência tranquila diante de tudo isso. A cabeça no travesseiro no final do dia é o que conta. Vale olhar pra trás e ver que o que foi construído com todo este suor e com a ajuda dos verdadeiros amigos, que graças a Deus enchem mais de duas mãos, coisa muito rara.

Vale olhar para a equipe formada e dizer, tropa de elite, avante, avante, avante…

A revista RANGEFINDER, maior publicação sobre fotografia de casamentos do mundo, acaba de publicar sua última edição contendo a lista anual dos RISING STARS OF WEDDING PHOTOGRAPHY e o mineirim que vos escreve, é um dos 30 com o seu trabalho em Preto e Branco. Fui um dos eleitos pelo exigente juri especializado compostos de participantes de todo o mercado do casamento. Fui um dos escolhidos e estou na seleta lista de 2012 após ter sido nomeado pelas meninas da JUNEBUG WEDDINGS.

Obrigado a todos que me apoiam, curtem, puxam minha orelha nos momentos de devaneio e sobretudo aos que acreditam em mim desde o início e que nos momentos em que eu estive prestes a fraquejar me fizeram levantar a cabeça e olhar para cima.

Espero que na próxima lista outros Brasileiros possam sentir o que neste momento tomou conta do meu coração. Alegria…alegria…orgulho e vontade de ir ainda mais longe.

Como sempre, o lema de tirar 24 horas para comemorar a vitória. De volta ao trabalho e que venham novas conquistas, se Deus quiser e se eu seguir no trabalho árduo e contínuo.

Hora do brinde…

(Para ver a edição da revista com a lista completa clique AQUI)

“De tudo ficaram três coisas…
A certeza de que estamos começando…
A certeza de que é preciso continuar…
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar…
Façamos da interrupção um caminho novo…
Da queda, um passo de dança…
Do medo, uma escada…
Do sonho, uma ponte…
Da procura, um encontro!”

Fernando Sabino

Deixe um comentário

Comment